Radiação de Fundo Rotating Header Image

O argumento econômico

Fonte: xkcd

Tradução: Pedro Almeida

NOT!

* Não é para ser confundido com “ganhar dinheiro vendendo estas coisas para OUTRAS pessoas que acham que isto funciona”, com o qual os “profissionais” não têm o menor problema.


—————————————————————————————

Explicação NERD de plantão:

A Relatividade Geral é usada em satélites de GPS para corrigir a variação de frequência de seus osciladores, quando em órbita. Como os satélites se comunicam com dispositivos em terra, é usado um sinal eletromagnético (onda de rádio) numa frequência específica (de 10,23 MHz – megahertz; 1 hertz = 1 ciclo por segundo) para transmitir informação. No entanto, o satélite em órbita está num potencial gravitacional muito superior aos objetos aqui na Terra (pois está mais longe). A Teoria da Relatividade Geral explica que o tempo não é absoluto (daí vem o nome “Relatividade”, oh!!) e é percebido em diferentes taxas em referenciais em diferentes potenciais gravitacionais (isto é chamado de dilatação gravitacional do tempo). O quão mais perto do centro de massa de um objeto maciço (como a Terra), menor o potencial gravitacional do referencial e mais lento o tempo passa nele. Isto significa que para o satélite ser captado aqui na Terra na frequência de 10,23 MHz, seu oscilador deve ser regulado, antes do lançamento do satélite, para uma frequência de 10.22999999543 MHz, para que, em órbita, os efeitos da dilatação gravitacional do tempo sejam compensados. Como no espaço, longe do potencial gravitacional da Terra, o tempo passa mais depressa (em menores intervalos de “tempo terrestre”), a frequência é percebida como maior. A diferença sutil é, no entanto, suficiente para que a regulagem seja necessária.

Já a Eletrodinâmica Quântica (Quantum Electrodynamics – QED) lida e explica como as partículas em nível quântico (minúsculas, atômicas e subatômicas), eletricamente carregadas, se comportam e interagem, quando estão submetidas a velocidades relativísticas (frações significantes ou próximas da velocidade da luz). A QED é o casamento máximo e brilhante entre a relatividade, de Einstein, e a eletrodinâmica clássica, de Maxwell, tendo por um de seus fundadores nada menos que Richard Feynman. Graças às explicações e modelos que são possíveis de derivar a partir da QED, podemos construir circuitos integrados minúsculos em chips de silício, sensores CMOS e CCD para câmeras digitais e webcams, trabalhar com supercondutores, criar potentes lasers para indústria e medicina, produzir luz de forma extremamente eficiente em diodos emissores de luz (LEDs) de potência, e, num futuro muito breve, desenvolver computadores quânticos, minúsculos e milhares de vezes mais rápidos que os atuais, entre outras possibilidades.

* Não é para ser confundido com “ganhar dinheiro vendendo estas coisas para OUTRAS pessoas que acham que isto funciona”.

15 comentrios

  1. Marcelo Esteves says:

    Muito bom … rs

  2. Francisco Boni Neto says:

    Mas a CIA estudou remote viewing e “dizem”, segundo esse documento aqui oh que há chance de identificar alvos por visão remota!

    Aí vai aparecer um fulano mostrando um estudo estatístico de psicologia onde há um desvio para além da aleatoriedade e dizer que isso implica que pré-cognição existe. Discutir com parasicólogos é foda, a dissonância cognitiva e a inclinação à seletividade de amostras, dados, é grande.

  3. Pedro Almeida says:

    qual doc boni?

  4. Francisco Boni Neto says:

    Ih, depois eu pego. Tive uma discussão grande na comunidade Richard Dawkins com um parapsicólogo.

  5. Vettor says:

    Ótimas explicações! Agora faça-nos o favor da imparcialidade e explique como [não] funcionam os outros fenômenos malucos.

  6. Pedro Almeida says:

    HUEAHUEH
    ÓTIMO

    inversão do onus da prova agora chama parcialismo.

    tenho q provar como não funciona cada uma das superstições q os seres humanos tem.

    desculpa se te decepcionei, mas existem MILHARES de artigos científicos que mostram como estas superstições não diferem em nada, estatisticamente, da chance, sorte ou placebo. é só procurar no google academico, de preferencia em ingles.

    vc pode me explicar o q é um “mecanismo de não funcionamento”?

    eu só conheco mecanismo de funcionamento, q até agora nao existe nenhum lógico e racional para as superstições citadas. leia o “como a ciência lida com superstiçoes”, postado neste blog, antes de vir me pedir provas de não funcionamento, ao inves de achar q eu tenho q provar o mecanismo de nao funcionamento, seja la o q seja isso.

    inversao do onus da prova – procure no google tb. o bule de chá de russel é um otimo exemplo pra vc começar.

  7. Pedro Almeida says:

    comediante. explicar como não funciona foi a melhor do meu dia… to rindo até agora.

  8. Pedro Almeida says:

    perae vamos fornecer exemplos concretos do q seria “como nao funciona” algo.

    homeopatia por exemplo nao funciona, com certeza, por meio de concentração da substancia. tb nao funciona por memória da agua, coisa q nao existe comprovadamente. tb nao funciona por mágica. tb nao funciona por outras 200 formas q eu posso citar.

    ja astrologia nao funciona por influencia gravitacional. tb nao funciona por meio de influencia sazonal. tb nao funciona por mágica. nem por fadas que rodeiam as pessoas qnd nascem. e outras 200 formas tb de nao funcionar, com certeza.

    agora radiestesia nao funciona por potencial gravitacional das massas de água/seja lá o q for. tb nao funciona por carga elétrica da água. tb n funciona por mágica, como sempre. ou nao funciona pelas minusculas correntes induzidas na água em movimento pelo campo magnético da terra. ou outras 200 formas tb de nao funcionar.

    vamos continuar a falar como certas coisas nao funcionam!? afinal, é assim q a ciência se mantem “imparcial”, mostrando como as coisas não funcionam… e nao como elas FUNCIONAM.

  9. Pedro Almeida says:

    vejamos. eu alego q existe um fenomeno, que chamarei de celularismo, que ocorre de pessoas captarem no ar as ligacoes de celular de outras pessoas, quando em progresso. e eu nao sei explicar como funciona.

    PROVE COMO ISSO NÃO FUNCIONA PARA QUE SEJA FALSO!

  10. rayssa gon says:

    olha, feitiçaria e forças armadas é algo muito foda. e funciona, serio.

    na explicação nerd eu consegui encarar o primeiro paragrafo. deu pra mastigar e engolir. agora o segundo, colleeegue, deu não. meu cerebro tem limite, capaz q derreta.

    beijo.

  11. Gostei do post. A tabela se auto-explica! Simples e direto. Perfeito… Parabéns!

  12. Hudson Lacerda says:

    O triste é que homeopatia é bem aproveitada por empresas capitalistas, e até está presente na rede pública de saúde!

  13. Porra, tô rachando de rir aki das explicações de não funcionamento…

  14. Hudson Lacerda says:

    E aí, Pedro, já descobriu como astrologia não funciona? 😀

    P.S. Sempre que venho aqui, morro de medo do gráfico representado no pé da página… é que, pra mim, é um filtro instável!

  15. Pedro Almeida says:

    hudson

    vc está correto.

    é uma resposta de uma função de transferencia de segunda ordem com polos complexos com parte real no semiplano direito.

    ou seja: uma oscilação não amortecida instável.

    foi só fazer algo como e^t*sin(t) no mathcad =D

Comente